segunda-feira, 24 de março de 2008

Passional

por Keissy Carvelli

Acendia um cigarro, e logo outro, e outro entorpecendo a cabeça daquela náusea esfumaçada e grotesca que lhe enchia de glória e vício. Não preenchia, no entanto, suas lacunas segmentadas de solidão e amores.
Jogava os cabelos longos pelo travesseiro fechando os olhos antes que suas pretensões lhe traíssem sem avisos prévios, e logo repousava em pensamentos ilusórios de menina grande que esqueceu de acordar.
Com um de seus dedos acariciou uma mexa daqueles fios bagunçados; com a outra mão tocou-se no rosto, na boca, tendo em visão conturbada a imagem fosca do teu maior amor. Repudiou-se pela cena patética, mas continuou ali, entre seus próprios afagos, entre suas próprias melancólicas, paixões; entre sua própria solidez em solidão.
Quis não afear seus dias, não esperar, não des-esperar; quis trazer pra perto não um sonho de uma noite, mas a precisão incerta de uma vida inteira. Quis ter e ser tida.
Só por aquela noite não poetizou seu interior; fez da quase ficção um apreço a mais, uma estratégia qualquer. Ela andava confusa até mesmo para escolher entre ler ou ser lida, escrever ou ser escrita.
Fechou ainda mais os olhos enquanto o afago triste de seus próprios dedos inquietos lhe tirava sutilmente o sono.

5 comentários:

D'angelo disse...

Gostei muito dos seus textos. A solidão nos petrifica mas acho que a personagem ainda tem chance. Vai ter 2ª parte??

Bjimmm
:)

Rosa disse...

tem uma cena tão parecida com isso em cidade dos sonhos.


sexualidade do desespero. e desespero é esperar, infelizmente.

=*

disse...

eu normalmente fico com enjôo quando leio uns comentários tipo "não sei nem o que dizer" afinal todo mundo sempre tem algo a dizer. mas dessa vez minhas palavras fugiram totalmente desordenadas quando eu li o post! você praticamente descreveu meus últimos dias com os cigarros descartáveis e as noites sempre vazias. e eu adoro quando leio coisas que eu penso: "meu deus, porque eu não pensei nisso antes?"
sem querer ser repetitiva mas seu jeito de escrever é muito bonito!
:*

David disse...

Hm, nunca é tarde pra lembrar que fumar faz mal.


;)

Apareça!

Sra. M. disse...

Adorei teu blog.
Me linka. :)

Beijão