terça-feira, 6 de abril de 2010


Preciso me acalmar. Tenho essa mania que já era da minha avó, e da minha mãe e que eu não suporto de antecipação. Se vou trabalhar um pouco mais cedo amanhã penso que talvez eu acorde  ou eu durma até mais tarde e faça as unhas e quem sabe faça frango no almoço e tem chocolate a roupa pra lavar e o guarda roupas pra comprar e preciso escrever algo que valha e pensar no lançamento do livro e numa forma de ganhar dinheiro e numa forma de dizer para minha chefe que e preciso fingir que não me importo e que está tudo bem tudo se acerta e que.
Esquizofrenia, tarja preta, LSD, em gotas, três dúzias, duas doses, a prazo longo, ferve a planta, vira de cabeça pra baixo, abre a janela, troca o tapete, desarruma a sala, apaga a tv, liga o rádio, panela de pressão, puxa o pino pra fumaça sair.
Essa mania de ser como minha avó e minha mãe e de fumar feito meu pai e de não me acalmar. Tenho pressa de me acabar antes que qualquer um. Ninguém vai ser trouxa de querer me acompanhar.

2 comentários:

Gabriela F. disse...

"Esquizofrenia, tarja preta, LSD, em gotas, três dúzias, duas doses, a prazo longo, ferve a planta, vira de cabeça pra baixo, abre a janela, troca o tapete, desarruma a sala, apaga a tv, liga o rádio, panela de pressão, puxa o pino pra fumaça sair. "
Me senti descrita neste trecho!
Adorei o blog :*

Bruna Cristina disse...

adorei seu blog...
será q podes me seguir tbm ... brunacristinaa.blogspot.com